Foto: Divulgação

Na manhã desta terça-feira (20), o Delegado Denis Pinho da Delegacia Especializada em Roubos Furtos e Defraudações (DERFD), falou sobre as prisões de Juliano Avelar Coutinho e Igor Luiz Nilo Lima, pelo furto de uma carreta. A intenção da dupla era furtar a carga de frango avaliada em R$ 250 mil de uma carreta que estaria sem rastreamento. O fato aconteceu no último sábado (17), em uma empresa no bairro Armando Mendes zona leste de Manaus.

De acordo com o delegado, até agora não se sabe como eles conseguiram a informação sobre os rastreadores das carretas. Porém, durante a ação, ele se confundiram e acabaram levando um caminhão vazio e com GPS, sem a carga de frangos congelados.

“A carreta carregada de frangos, estava avaliada em R$ 250 mil reais. A informação é de que eles tinham que pegar essa determinada carreta, porque não tinha rastreador, após perceberem que haviam levado o caminhão errado, decidiram entrar em contato com a empresa agindo por extorsão, ou seja, informando que só entregariam o caminhão, caso eles pagassem o valor de R$ 10 mil reais, sem o retorno, decidiram abandonar o veículo em uma área do Distrito Industrial e retirar os 12 pneus que venderam pelo valor de R$ 25 mil reais. Após a prisão da dupla, tivemos a informação de quem seria o receptador e o levamos até a delegacia, as investigações seguem para saber para onde essa carga iria seguir e se já teria um receptador”. Concluiu o delegado

Juliano foi preso por extorsão tentada e furto qualificado e Igor, por receptação qualificada, as investigações sobre o caso continuam.