Amazonas – Após treze dias internado no Hospital Sírio Libanês em São Paulo, em um dos lugares mais caros do país, se recuperando após contrair a Covid-19, o presidente do TCE-AM (Tribunal de Contas do Amazonas) Mário de Mello, recebeu alta na manhã da última segunda-feira (11).

O presidente do TCE estava internado desde o dia 29 de dezembro. Sua esposa, a juíza Elza Vitória de Mello, que estava acompanhando o marido também testou positivo para o vírus, porém ficou assintomática e também foi liberada.

Vale lembrar que o valor da internação no Sírio Libanês é de R$1.934 por dia, e que o TCE é um órgão público, ou seja, o dinheiro que bancou a internação do conselheiro em um dos melhores hospitais do país foi pago, provavelmente com dinheiro dos tributos do amazonense.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui