O uso do canabidiol no SUS poderá acontecer em 2021, se aprovada

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter

O Ministério da Saúde informou na noite desta quinta-feira (10/9), que o fitofármaco Canabidiol Prato – Donaduzzi poderá ser incorporado ao Sistema Único de Saúde (SUS), em fevereiro de 2021, caso seja aprovado.

Antes de a decisão ser publicada no Diário Oficial da União, o processo deve ser discutido na Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias (Conitec) no SUS e em consulta pública. Após esse trâmite, o medicamento poderá ser receitado pelo SUS.

“É um insumo farmacêutico que precisa ser processado de forma industrial, com controle de qualidade. Algumas doenças raras se beneficiam do uso de canabidiol , e precisamos avaliar as evidências científicas e como isso impacta economicamente o orçamento do Ministério da Saúde”, explica Hélio Angotti Neto, secretário de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos.

Segundo o representante do órgão, o processo é longo e não há certeza da incorporação. Mas, há empenho da pasta para avaliar as evidências.

Relacionado Posts