Lava-Jato é prorrogada até 31 de janeiro de 2021

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter

A Procuradoria-Geral da República (PGR) decidiu prorrogar até 31 de janeiro de 2021 a força-tarefa da Lava-Jato no Paraná, com a permanência dos 14 membros do Ministério Público Federal do Estado que atuam na operação. A decisão foi assinada nesta quarta-feira (09) pelo vice-procurador-geral, Humberto Jacques de Medeiros. O prazo para a prorrogação terminaria amanhã, 10 de setembro.

O vie-procurador-geral destaca que houve um “amplo processo de diálogo” que precedeu a autorização de prorrogação. Outras regionais do Ministério Público Federal (MPF) concordaram em continuar cedendo profissionais. Todas destacaram tratar-se de um sacrifício manter as liberações, conforme nota divulgada pelo MPF. “A Procuradoria da República em Minas Gerais, por exemplo, afirmou consentir pela ‘derradeira vez’; a em Campinas (SP), requereu que a cessão seja por período ‘razoável’; Guarulhos (SP), por sua vez, até no máximo fevereiro”.

A situação é provocada pela “nova realidade imposta pelo teto de gastos” e falta de espaço fiscal para realização de concursos e novas contratações. “A prorrogação de uma força-tarefa de grande porte que aspira ao crescimento quando não há mais concursos de servidores e de Procuradores para atender às necessidades da Instituição, em várias outras Unidades, não é uma questão de boa vontade, apenas. Como bem demonstram os Procuradores Chefes aqui ouvidos, trata-se de um ‘sacrifício’ de toda a Instituição”, afirmou Medeiros.

Relacionado Posts