PGR pede ao Supremo retorno de Fabrício Queiroz e esposa à prisão

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter

A Procuradoria-Geral da República (PGR), pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF), o retorno de Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) e a esposa, Márcia Aguiar à prisão. Ambos estão em prisão domiciliar após decisão do ministro Gilmar Mendes.

Fabrício Queiroz havia sido preso em junho durante uma ação do Ministério Público do Rio de Janeiro e da Polícia Civil de São Paulo. Ele é investigado em um esquema de “rachadinhas” na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

Em julho, no entanto, uma decisão do ministro João Otávio de Noronha, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), determinou que o ex-assessor de Flavio Bolsonaro cumprisse a prisão em casa.

A decisão acabou sendo derrubada por outro ministro do STJ, mas um recurso apresentado ao Supremo manteve a prisão domiciliar. O caso ainda será julgado pela Segunda Turma da Corte.

Relacionado Posts