Foto: Reprodução

BRASIL – O senador Randolfe Rodrigues, vice-presidente da CPI da Covid, anunciou nesta terça-feira (23), pelas redes sociais, que a convocação do procurador-geral da República Augusto Aras foi aprovada na Comissão de Direitos Humanos do Senado.

O procurador foi convocado para dar o posicionamento em relação aos crimes atribuídos ao presidente Jair Bolsonaro e demais políticos no relatório final da CPI.

A responsabilização do presidente e parlamentares depende de ação do procurador-geral e desde o dia 27 de outubro não há posição. Em nota a Procuradoria Geral da República (PGR) informou que segue prazos e regras legais e que a análise do relatório prossegue para que providências cabíveis sejam tomadas.