Nos Estados Unidos, uma empresa especializada em produtos para bebês está recolhendo do mercado mais de 3 milhões de espreguiçadeiras destinadas a recém-nascidos. Fato ocorre após a morte de oito crianças ser ligada ao objeto.

De 2015 a 2020, os bebês foram sufocados ao serem colocados de costas, de lado ou de barriga para baixo nas espreguiçadeiras da empresa Boppy. O recolhimento envolve os modelos Bobby Original Newborn Lounger; Boppy Preferred Newborn Lounger; e Pottery Barn Kids Newborn Boppy Lounger, comercializadas nos Estados Unidos e Canadá.

A empresa declarou ainda que “a espreguiçadeira não foi comercializada como um produto para crianças dormirem e inclui avisos contra o uso não supervisionado”.