Foto: Reprodução

MANAUS – Na última segunda-feira (13), o ex-lutador de jiu jitsu, Lucas Silva Cohen Xavier, de 20 anos, foi preso na rua T, da comunidade Novo, bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus. Ele confessou para a polícia que participou de pelo menos 20 homicídios na capital.

Suspeito de matar aproximadamente 24 pessoas, o jovem mantinha uma espécie de “lista negra”, um caderno onde anotava os endereços, as datas e a quantidade de vítimas executadas em cada ataque. O registro foi encontrado na casa em que Lucas morava, no bairro Novo, na rua P32, na Zona Leste. Os ataques aconteciam em todas as zonas de Manaus, em bairros como Compensa, Alfredo Nascimento, Educandos, Novo Aleixo, Tancredo Neves, São Francisco e outros.

A maioria delas eram membros de facções rivais. Um dos alvos do lutador foi uma mulher que foi encontrada decapitada no bairro Cidade de Deus há algumas semanas.

Um dos comparsas de José foi preso na semana passada. Ele atuava como olheiro e marcava as casas onde moravam as vítimas que deveriam ser assassinadas por ele.

Lucas deve ser encaminhado à Central de Recebimento e Triagem (CRT) e irá ficar à disposição da Justiça.