Apuí recebe carregamento de cilindros de oxigênio
Foto: Divulgação

Nesta quarta-feira (07), o Departamento Integrado de Operações Aéreas (Dioa) transportou de avião dez cilindros de oxigênio para abastecimento da rede de saúde em Apuí, município no sul do Amazonas. A carga de oxigênio medicinal, estimada em cerca de 90 mil metros cúbicos, é destinada ao atendimento de pacientes internados para tratamento de doenças como a Covid-19.

O Dioa é da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) e executa o patrulhamento e missões aéreas do sistema de segurança estadual. A missão humanitária em saúde está acontecendo em parceria com a Polícia Militar do Estado de São Paulo, que cedeu uma aeronave modelo Caravan para apoiar as ações de enfrentamento à pandemia no estado.

Localizado a 1.112 quilômetros de Manaus, Apuí fica a cerca de um dia de viagem de carro e mais de 20 horas de lancha rápida da capital do estado. Com o avião, a viagem durou pouco mais de uma hora e meia.

“O município de Apuí está com dificuldade logística porque a estrada está ruim. Eles se abastecem através de Porto Velho, que é muito mais fácil. Diante disso, encaminhamos os cilindros para dar apoio e manter o abastecimento de oxigênio de uma maneira tranquila, evitando qualquer problema na assistência aos pacientes”, explicou o secretário de Assistência do Interior, Cássio Espírito Santo.

Devido à distância geográfica da capital e ao isolamento terrestre, as viagens aéreas têm sido uma alternativa na hora de suprir as unidades de saúde do interior com insumos hospitalares. Além de oxigênio, as equipes do Dioa também vêm sendo acionadas para o transporte de vacinas.

No último final de semana, a equipe aérea do DIOA levou 19 cilindros para Novo Aripuanã (a 244 quilômetros de Manaus). As viagens seguem pedidos feitos pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM).

Outros voos realizados este ano tiveram como destino, por exemplo, os municípios de Eirunepé, Nova Olinda do Norte, Tabatinga e São Paulo de Olivença. Suprimentos hospitalares, vacinas e testes rápidos para Covid-19 já foram transportados, além de médicos, enfermeiros intensivistas e fisioterapeutas.

De acordo com o balanço epidemiológico da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), 1.107 pessoas já se contaminaram pela Covid-19 em Apuí, ao longo de toda a pandemia, e 23 pessoas morreram por causa da doença.