Manaus – Após reportagem sobre uma denúncia envolvendo venda de salgados estragados por uma panificadora da Zona Norte, um consumidor enviou um vídeo de um salgado de queijo e presunto supostamente comprado no estabelecimento no dia 18 de fevereiro, onde é possível ver diversos vermes “tapurús”.

Veja:

Na última segunda-feira (22), um grupo de moradores do residencial Vila Real, localizado no Conjunto Canaranas, bairro Cidade Nova, Zona Norte da capital, realizaram uma denúncia contra a “Panificadora Real Sabor”, alegando que o estabelecimento estaria vendendo alimentos estragados e até mesmo operando com a presença de ratos no recinto.

Segundo um dos denunciantes, além do atendimento ser “precário”, os doces e salgados que o estabelecimento vende, muitas vezes causam dor de estômago, diarreia e até mesmo infecção intestinal. O mesmo denunciante acredita que os alimentos são requentados e vendidos no dia seguinte.

Eles colocam o salgado lá como se fosse de hoje, mas na verdade é do dia anterior. O pior de tudo é que os atendentes ainda dizem que salgado, aparentemente ressecado, foi feito no mesmo dia e ainda por cima com algumas moscas voando ao redor dos salgados. Em resumo acabei pegando uma infecção alimentar“, disse um morador que preferiu não ser identificado.

Já outro denunciante informou que viu roedores transitando pelo andar superior do estabelecimento e que acredita que a ausência do órgão de vigilância sanitária pode acabar comprometendo a saúde dos consumidores.

Outro dia eu estava indo comprar pão na padaria e quando eu olho pra cima, uma baita gabiru (rato de grande porte) caminhando pelo andar superior do estabelecimento e fiquei muito assustado, já que todo dia eu comprava pão lá. Ainda bem que aqui no bairro tem outras padarias, se não fosse isso, nós teríamos um grande problema“, disse o morador.

Outra moradora informou que em certos horários, clientes que possuem carros estacionam seus veículos nas garagem dos moradores que moram ao redor do estabelecimento, prejudicando severamente a entrada e saída dos moradores de suas próprias casas.

Eu já tive um empreendimento e fui multada porque não tinha estacionamento para meus clientes, e o que por que que os órgãos fiscalizadores não tomam alguma atitude também?, Agora eu acho uma sacanagem os clientes da padaria estacionarem no meu portão. Daí eu ainda tenho que ir lá pedir pro bonitão tirar da minha garagem sabe. E se fosse uma emergência?”, disse a moradora que também preferiu não se identificar.

Os moradores finalizaram informado que estão encaminhando uma denúncia formal ao PROCON (Programa de Proteção ao Consumidor) e à VISA (Vigilância Sanitária Manaus). A reportagem tentou entrar em contato com a panificadora pelo número disponibilizado pelos denunciantes, mas até o fechamento desta matéria não houve nenhum retorno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui