O velório do general da reserva do Exército Brasileiro, Geraldo Antônio Miotto, será nesta quinta (21), das 10h às 14h, na Paróquia São Marcos, em São Marcos (RS). Ele será sepultamento no Cemitério Público Municipal. Miotto faleceu nessa quarta (20), no Hospital de Clínicas, da cidade de Porto Alegre (RS), em decorrência de complicações provocadas pela Covid-19. Ele foi diagnosticado com Covid-19 no dia 1º de dezembro.

A informação foi enviada, por meio de nota emitida pelo Comando Militar da Amazônia (CMA) , que consternados demonstram profundo pesar e tristeza pela partida do comandante e de solidariedade pelos familiares e amigos do general. Em nota, o CMA agradece a dedicação e o trabalho prestado à Amazônia, ao Exército Brasileiro e ao Brasil.

O general e ex-comandante do Comando Militar do Sul, Geraldo Miotto, nasceu em São Marcos (RS), tinha 65 anos. Ele ingressou no Exército em 28 de fevereiro de 1972, na Escola Preparatória de Cadetes do Exército, em Campinas, São Paulo.

Em 1975, seguiu para a Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), e em 14 de dezembro de 1978, foi declarado Aspirante-a-Oficial da Arma de Cavalaria, sendo o primeiro colocado de sua turma e recebeu a Medalha Marechal Hermes de bronze.

Ao longo da carreira ocupou cargos importantes. Como membro do Alto Comando do Exército, ocupou os cargos de Comandante Militar da Amazônia, entre 2016 e 2018. Ainda em 2018, assumiu o Comando Militar do Sul (CMS), onde esteve por dois anos, antes de entrar para a reserva. O oficial também foi secretário-executivo do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) e diretor de Ensino da Secretaria de Pessoal, Ensino, Saúde e Desporto do Ministério da Defesa.

Como membro do Alto Comando do Exército, ocupou os cargos de Comandante Militar da Amazônia, entre 2016 e 2018

Manaus
O prefeito de Manaus, David Almeida, também manifestou seus sentimentos por meio de nota, e disse que se solidariza com os familiares enlutados.

“Que Deus receba de braços abertos esse guerreiro da selva, que tão honrosamente comandou o nosso CMA. Em nome da Prefeitura de Manaus, dos servidores e de toda Manaus, rogo ao nosso Pai Eterno que dê conforto à família e aos amigos do nosso querido general Miotto”, disse David.

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão confirmou que deve ir ao velório prestar solidariedade pessoalmente. “Miotto era um amigo de uma vida e um soldado extraordinário”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui