Um homem foi torturado e morto com requintes de crueldade por membros de uma facção criminosa na madrugada desta quarta-feira, 20, na Estrada do Marapatá, bairro Distrito Industrial 2, Zona Leste de Manaus.

A vítima foi encontrada com um tiro na testa e mais 30 facadas pelo corpo. No local, em cima do corpo, também estava um bilhete com as seguintes palavras: “Tudo 2. Morri porque somava com o Neyzinho”.

Segundo a polícia, o termo “Tudo 2” se refere a facção criminosa Comando Vermelho (CV) que trava uma guerra mortal com a rival facção criminosa facção Primeiro Comando da Capital (PCC).

Segundo o perito criminal da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), um golpe profundo em cima do peito do suposto traficante assassinado, indica que os rivais tentaram arrancar seu coração depois de aplicarem os golpes no abdome, nas costas e no pescoço da vítima.

As duas facções criminosas rivais disputam pontos de vendas de drogas e lideranças em toda a cidade de Manaus.

A matança entre Comando Vermelho e Primeiro Comando da Capital e o recolhimento de corpos de traficantes ligados às mesmas já se tornou rotina para a polícia e para o Instituto Médico Legal (IML).

O corpo foi removido da estrada do Marapatá por volta das 3h30 da madrugada e o assassinato será investigado pela DEHS que por enquanto não tem pistas de quem participou do crime.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui