Dia histórico! A primeira pessoa a ser vacinada contra a Covid-19 no Brasil, é a enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, a decisão partiu da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a autorizar o uso emergencial das vacinas CoronaVac, do laboratório chinês Sinovac, e Oxford-AstraZeneca.

Mônica, enfermeira do Hospital Emílio Ribas, em São Paulo, foi voluntária nos testes da vacina e, agora, fez parte do grupo placebo do estudo. Ao receber a primeira dose da CoronaVac, vacina testada no Brasil pelo Instituto Butantan, Calazans comemorou à frente do govenador de São Paulo, João Dória, de jornalistas, profissionais de saúde e de todo o brasileiro que acompanhava a transmissão pela televisão.

Calazans é enfermeira e trabalha na linha de frente no combate à pandemia. Atua na UTI da unidade hospitalar e faz parte do grupo de risco, pois é obesa, hipertensa e diabética. A profissional de saúde mora em Itaquera, periferia de São Paulo, com o filho e cuida da mãe, que tem 72 anos.

“Hoje é o Dia V. V de vida, de vacina”, disse Doria, governador de São Paulo, a jornalistas instantes antes de Mônica ser vacinada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui