Brasil – Um advogado potiguar entrou com um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo que as eleições para presidente da Câmara e do Senado sejam com voto aberto. No documento, Ronan Botelho cita uma música do grupo de axé “É o Tchan”.

“Um poeta baiano, dentre tantos extraordinários que lá existem, escreveu com penas de ouro, mesmo que parafraseando um ditado popular, que ‘Pau que nasce torto, nunca se endireita’ Compadre Washington”.

Além de voto aberto, o advogado pede também que o voto seja impresso. “Não há qualquer mandamento na Constituição Federal que autorize atos, leia-se votos dos parlamentares, secretos na eleição das Mesas Executivas: Senado e Câmara dos Deputados. Ponto forte deste Mandado de Segurança”, argumenta.

Fonte: Congresso em Foco

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui