Os estudantes precisam ter concluído no mínimo 80% da carga horária total dos seus cursos, além de 75% do estágio obrigatório - Foto: Michell Mello

Estudantes de medicina da UEA (Universidade do Estado do Amazonas) vão ter a colação de grau antecipada. Os estudantes precisam ter concluído no mínimo 80% da carga horária total dos seus cursos, além de 75% do estágio obrigatório. A adesão à colação antecipada é opcional, pois o formando tem que se comprometer que vai atuar na rede pública por 180 dias, no combate à pandemia.  Depois de colar grau, o novo profissional vai ao Conselho de Medicina, Enfermagem ou Farmácia, tira o registro profissional e já pode exercer a função

A necessidade de antecipar a colação dos alunos de medicina é devido a alta demanda por esses profissionais. A Universidade do Estado do Amazonas (UEA) mais uma vez antecipa a formatura de médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e dentistas. Os profissionais, a exemplo dos diplomados em abril do ano passado, irão atuar na rede pública, linha de frente no combate à pandemia.

Todos os estudantes que vão colar grau já concluíram 80% da grade do curso e vão iniciar os trabalhos ainda em janeiro, conforme o reitor, Cleinaldo Costa, que considera urgente e necessária a antecipação na formação dos estudantes.

A antecipação da colação dos alunos dos cursos de medicina, enfermagem, farmácia e fisioterapia foi possível a partir da Medida Provisória de nº 934, de 1 abril de 2020. Para outorgar o grau o estudante precisa ter concluído, também, ao menos 75% do estágio obrigatório.

Os estudantes da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) não conseguiram antecipar a colação devido a parada do curso, que interrompeu as aulas e impediu a conclusão da carga exigida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui