Nesta quarta-feira (13), o governador do Amazonas Wilson Lima (PSC) disse que pediu ao governo federal a suspensão das provas em Manaus e na região metropolitana.

Ele sugeriu que aplicação das provas fosse restrita aos demais municípios do interior, que registram menores índices de transmissão e óbitos pelo novo coronavírus em comparação à capital. 

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) afirmou hoje (13) que as autoridades locais que decidirem pelo adiamento da prova poderão aplicar o exame nos dias 23 e 24 de fevereiro. 

A prova impressa para 17 e 24 de janeiro segue mantida no restante do país, mesmo com a pressão dos candidatos. As datas escolhidas em fevereiro (23 e 24), são as mesmas em que os candidatos privados de liberdade ou que tiverem sintomas de Covid em janeiro poderão prestar o exame, segundo indicado no cronograma do Inep .

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui