Compondo o pacote de ações de enfrentamento à Covid-19, o Governo do Amazonas realizou, nesta segunda-feira (11/01), a entrega de mais de 200 insumos e equipamentos para unidades de saúde do interior do estado. Os recursos para a aquisição dos equipamentos são oriundos do Governo Federal, Estado e emendas parlamentares, beneficiando a população que é atendida na rede pública fora da capital.

A entrega dos insumos ocorreu durante cerimônia no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques, reunindo autoridades como o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, o governador do Amazonas, Wilson Lima, o prefeito de Manaus, David Almeida, prefeitos do interior e demais autoridades da capital e interior. A ação integra o plano estratégico de enfrentamento da Covid-19 no Amazonas, tendo em vista o aumento de casos nas últimas semanas, principalmente na capital.

Entre os equipamentos, o Governo do Amazonas entregou aparelhos como desfibriladores, incubadoras, carros-maca, entre outros. O transporte dos insumos será realizado durante as próximas semanas para municípios com registros de casos de Covid-19.

Mesmo com o aumento de casos na capital, o governador Wilson Lima destacou em seu discurso a preparação dos municípios do interior em questão de estrutura para atender a população. Ele afirma que, desde 2019, com a aprovação de repasses do Fundo de Fomento ao Turismo, Serviços e Interiorização do Desenvolvimento do Amazonas (FTI), o Governo do Amazonas pode dar melhor assistência ao interior do estado.

“Nós tivemos o quadro muito agravado na capital no final de abril e início de maio. Hoje a gente encara, mais uma vez, uma situação complicadíssima com o aumento de casos. E eu tinha uma preocupação muito grande quando os casos começaram a aumentar na capital, no momento em que ela começasse a ir para o interior. E surpreendentemente o interior teve uma resposta muito mais positiva. Apesar de a gente ter mais casos no interior do que na capital, a quantidade de óbitos foi muito menor”, destacou o governador.

Atendimento no interior – O presidente da Associação Amazonense de Municípios, Jair Souto, destacou o empenho dos governos Federal e Estadual para atender a população do interior no combate à pandemia.

“É muito importante o que nós estamos recebendo, da mesma forma isso vai contribuir muito para melhorar a saúde pública no interior do estado, tendo em vista a dificuldade da logística. Nós estamos falando em chegar o equipamento que estamos retirando aqui, agora, talvez 15, 30 dias. Esse é o desafio de fazer saúde no interior do Amazonas, de viver exatamente na Amazônia. Portanto, nós precisamos ter um olhar diferenciado para essas questões”.

Distante 330 quilômetros de Manaus, Barreirinha será um dos municípios a receber insumos. O secretário municipal de Saúde da localidade, Péricles Tavares, afirmou que a situação no município, até o momento, está “sob controle”, tendo em vista o atendimento domiciliar executado na cidade para casos suspeitos. Ele assinalou ainda a importância dos materiais para a população.

“Isso aqui é um passo muito importante para todo o estado do Amazonas. Você sabe que a logística é muito grande, é muito difícil e será bem-vindo. Isso vai ser de suma importância, e garanto a você que será utilizado da melhor maneira possível e com toda a responsabilidade”, afirmou o secretário de Barreirinha.

O secretário municipal de Saúde de Parintins, Clerton Florêncio, pontuou que o município tem enfrentado um aumento de internações nas unidades de saúde. O crescimento demandou uma reorganização da estrutura de atendimento, incluindo o Hospital Jofre Cohen, atendimento no Bumbódromo e a Unidade Básica de Saúde (UBS) Fluvial.

“Os investimentos e as parceiras dos municípios com o Governo do Estado, eles têm uma importância e um valor muito grande, então (tem) os equipamentos que são necessários, as usinas de oxigênio que são extremamente importantes. Hoje há uma necessidade muito grande para que os municípios de referência, todos os municípios, possam ter essa sua independência, seja na parte de oxigenação, seja na parte de equipamentos e de insumos”.

Esforço Federal – Na última semana, o Ministério da Saúde providenciou o envio de 131 ventiladores pulmonares para o Amazonas – 78 apenas para Manaus. Além disso, desde sexta-feira (08/01), o Ministério da Defesa está providenciando o transporte de 1.500 cilindros de oxigênio para o município.

Em 2020, o Ministério da Saúde destinou ao Amazonas mais de R$ 1,9 bilhão – desses, R$ 1,3 bilhão para serviços de rotina do SUS e os outros R$ 650 milhões para o enfrentamento da Covid-19. Já foram habilitados no estado 259 leitos de UTI para o tratamento exclusivo de pacientes com coronavírus. Além disso, foi prorrogada a habilitação de 642 leitos de UTI. O valor total investido pelo Governo Federal é de R$ 72,2 milhões.

A rede pública de saúde do Amazonas teve sua estrutura de assistência intensiva ampliada com a entrega, até o momento, de 470 novos ventiladores pulmonares adquiridos pelo Ministério da Saúde, para o tratamento de pacientes graves infectados com o coronavírus.

O Ministério da Saúde já distribuiu 6,8 milhões de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para garantir a proteção dos profissionais de saúde que atuam na linha frente do enfrentamento à Covid-19 no Amazonas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui