Mundo – Um dos funcionários da funerária que tirou fotos ao lado do corpo de Diego Maradona e acabou demitido, Claudio Fernández se desculpou publicamente pelo ocorrido.

Em entrevista à Rádio 10, ele explicou como o episódio aconteceu e pediu perdão a todo povo argentino.”Estávamos o acomodando [Maradona] antes de levá-lo, e meu filho, como toda criança [faria], levantou o polegar e tirou a foto. Peço respeito e perdão a todos. Olha, eu fiz um serviço ao pai do Maradona, ao cunhado dele”, declarou.”Estive perto de Maradona quando vivo e não fiz [tirei foto] sendo meu ídolo, não vou fazer isso depois da morte. Não foi minha intenção. Sei que muitas pessoas se ofenderam, se comportaram mal, sei que incomodou”, completou.

No entanto, o filho citado por Fernández como criança é Ismael, de 18 anos, que aparece ao lado do pai de camisa preta, segundo informações do “Clarín”. Há ainda outro funcionário que também tirou fotos, chamado Diego Molina, o primeira a divulgar as imagens.Maradona foi enterrado na última quarta-feira, em Buenos Aires. Sua morte causou começou na Argentina e levou milhares de pessoas à Casa Rosada para seu velório.

Fonte: Meia Hora

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui