Eleições – Na última semana, a população norte-americana viveu dias de tensão com a espera pela definição da disputa entre Joe Biden e Donald Trump à presidência do país. No Brasil, onde em poucas horas descobre-se o resultado para os pleitos municipais e nacionais, os votos são examinados três vezes antes de entrarem para a contabilização da eleição.

Assim que se encerra a votação, às 17h do dia da eleição, o presidente de cada seção eleitoral fecha a coleta dos votos e imprime, pela urna eletrônica, o Boletim de Urna (BU).

O boletim contém as informações sobre quantos votos foram depositados em cada candidato e legenda, além de informar em qual seção foi emitido, em qual urna e a quantidade de pessoas que estiveram presentes e votaram.

Então, cinco vias do BU são impressas e assinadas pelo presidente da seção e por representantes ou fiscais dos partidos políticos: três ficarão juntas à ata da seção, uma ficará fixa na porta da seção e outra é entregue aos representantes ou fiscais dos partidos.

Sistema de totalização de votos

Encerrada a votação em cada seção, entra em funcionamento o sistema de totalização de votos – a soma de cada boletim de urna. Antes de serem encaminhados os dados ao TSE, em Brasília, o primeiro processo de verificação é na mídia de memória.

Similares a um pen drive e com dados codificados, que só podem ser lidos por chaves do TSE, essas mídias são retiradas das seções e levadas a um local da zona eleitoral, onde são abertas. Depois de terem sua autenticidade verificada, elas são enviadas ao TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Estado respectivo, que retransmite os dados ao TSE.

Apenas os equipamentos da Justiça Eleitoral podem ler os dados das mídias de memória. Depois da verificação de autenticidade dos votos em cada zona eleitoral, o TSE checa novamente os dados para aí, sim, inclui-los na totalização dos votos.

Em 2020, diferentemente das eleições anteriores, todo o processo de totalização de votos ocorrerá de forma centralizada no TSE, com o intuito de oferecer mais segurança no processamento dos votos, que ocorrerá na sala-cofre do órgão.

Fonte: R7

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui