Brasil – O presidente Jair Bolsonaro convocou nesta quinta-feira (29), durante sua live semanal, o povo brasileiro a comparecer às urnas no próximo dia 15 para escolher seus prefeitos e vereadores. “O pior voto que você pode dar é votar em branco ou anular o voto”, afirmou.

Na avaliação do presidente, os eleitores que deixam de indicar suas preferências nas urnas ajudam a eleger “pessoas que poderiam ser pior do que aquela que pode ser escolhida”.

Ele disse não ter como apoiar campanhas pelo Brasil. “Minha participação é muito discreta”, disse ele antes de indicar alguns nomes que ele avalia como “os melhores” para alguns municípios.

Preço do arroz

Ao lado da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, Bolsonaro voltou a comentar sobre o recente salto no preço do arroz e de outros grãos. “Imagina se o povo do agronegócio tivesse ficado em casa. Com toda certeza não iria ter arroz para você comprar. Agora estamos pagando a conta do ‘fica em casa”, criticou.

Tereza Cristina disse que já foi feito um “plano para a recuperação do mercado de arroz”. Ela avalia que os preços vão reduzir com a chegada da nova safra de arroz, já em janeiro.

“Nós estamos vivendo um desequilíbrio no preço das commodities. O auxílio emergencial fez o aumento da demanda. Agora, o preço já parou de subir e hoje já tem uma ligeira queda”, afirmou ela.

Vacina

Ao comentar sobre o embate a respeito do desenvolvimento das vacinas contra a covid-19, o presidente afirmou que ninguém vai ser obrigado a tomar o imunizante em estudos pelo Instituto Butantan.

“Ninguém vai tomar a sua vacina na marra. Eu, que sou governo, o dinheiro não é meu, é do povo, não vou comprar a sua vacina também não. Procura outro para pagar a sua vacina aí”, disse Bolsonaro em mensagem sem citar nominalmente o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

Fonte: R7

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui