Três homens suspeitos de furto qualificado e associação criminosa, foram presos em Manaus, nesta quinta-feira (22). O grupo estava sendo investigado por envolvimento em furtos de agências bancárias na capital. Segundo informações da polícia, um PM e um ex-conselheiro tutelar estão entre os envolvidos.

O trio foi preso em cumprimento de mandado de prisão. Segundo a Delegacia Especializada em roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), os suspeitos estavam sendo investigados por pelo menos cinco ações criminosas realizadas em diferentes bancos. Os furtos aconteceram em julho, agosto e setembro deste ano. Duas pessoas estão sendo procuradas.

O delegado interino da DERFD, Leonardo Marinho, contou que o grupo é especializado em assaltos a bancos e, durante a prisão dos três suspeitos, na casa de um deles, a polícia encontrou um simulacro de pistola com as iniciais de uma facção criminosa. Para a PC, a ação indica que os suspeitos podem ter relação com o crime organizado.

A ação do grupo criminoso consistia em cortar os caixas eletrônicos dos estabelecimentos, em local exato, para impedir que fosse disparado algum alarme ou que o dinheiro presente na máquina fosse queimado. A ação exigia um ato de “perícia” por parte de um dos presos – responsável por manejar o maçarico.

O homem responsável por esse manejamento, já foi preso em vários estados pelo mesmo crime. O suspeito contava com a ajuda de outro comparsa, que bloqueava o excesso de luz produzido pelo maçarico utilizando para isso de uma espécie de tapume. Os outros integrantes aguardavam dentro de um veículo na saída da agência bancária e garantiam a fuga.

Outros envolvidos, incluindo o sargento da PM, que está entre os presos, também permaneciam em um segundo carro e trafegavam em locais próximos para identificar a aproximação de policiais para esse local.

Durante a operação, a polícia apreendeu uma pistola de uso restrito da corporação policial e um veículo modelo Prisma, que possivelmente era o mesmo carro que foi utilizado para dar cobertura ao assalto ocorrido em uma agência bancária no bairro Cidade Nova, no dia 24 de agosto deste ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui