Família Costa e Silva; pai é preso em esquema de corrupção e filho acusado de importunação sexual

O pai do delegado Costa e Silva foi ciado pelo Ministério Público em 2006, em um esquema que desviou dinheiro público destinado à compra de ambulâncias
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter

Manaus – No TBT desta quinta-feira (1), o Portal Baré irá relembrar a polêmica envolvendo o nome do Delegado da Polícia Civil Costa e Silva, que vem como vice na chapa do Coronel Menezes (Patriotas) nas eleições municipais deste ano

O caso ocorreu em 12 de setembro 2017, onde cinco delegados foram investigados por agredirem e intimidarem um casal que estava no Moai, casa de Show localizada no bairro Tarumã, zona Oeste de Manaus.

De acordo com o relato da vítima, ela estava comemorando o aniversário na casa noturna, quando um dos delegados passou a mão nas partes íntimas dela, sem seu consentimento. Diante da situação, o esposo da vítima reagiu, foi quando o delegado sacou a arma e apontou para o casal juntamente com os outros delegados que estavam Costa de Silva.

Na época, os seguranças da casa noturna retiraram o casal e os delegados do local. No lado de fora do estabelecimento, um dos delegados apertou o pescoço da vítima e fez inúmeras ameaças, dizendo que iriam ‘armar casinha’ para os dois e na ocasião ainda fotografaram o carro das vítimas.

O caso só veio à tona após publicação da vítima nas redes sociais, pois a cúpula da Polícia Civil para manter a ‘boa imagem da instituição’ abafou o máximo que pode o caso. Um inquérito foi instaurado para investigar o caso, mas ocorria em segredo. O Ministério Público entrou no caso juntamente com a Secretária de Segurança Pública (SSP-AM).

Vice ostentação

O vice na chapa de Coronel Menezes ruma à prefeitura de Manaus este ano declarou ao TRE-AM (Tribunal Regional Eleitoral), o valor de R$510 mil em bens (mais de meio milhão recebendo apenas como delegado)

Levando uma vida luxuosa, Costa e Silva ainda possui uma Mercedes, um lancha e um apartamento em um das zonas mais nobre de Manaus, no bairro Ponta Negra, Zona Oeste da cidade.

Pai envolvido em esquema de corrupção

Em 2006, o MPF (Ministério Público Federal) uma lista completa dos indiciados no caso das sanguessugas, dentre eles está o pai de Costa e Silva.

O escândalo dos sanguessugas, também conhecido como máfia das ambulâncias, foi um escândalo de corrupção que estourou em 2006 devido à descoberta de uma quadrilha que tinha como objetivo desviar dinheiro público destinado à compra de ambulâncias. 

Entre os 81 nomes, 11 são ex-parlamentares. eles foram denunciados por corrupção ativa, fraude em licitação e formação de quadrilha no esquema que fraudava a compra de ambulâncias com dinheiro da União. Entre os nomes está o ex-senador Carlos Bezerra, do PMDB, e outros dez ex- deputados, assessores parlamentares e funcionários de empresas envolvidas nas fraudes.

O caso foi abafado pela Polícia Civil, mais uma vez

A redação do Portal Baré tentou entrar em contato com o delegado Costa e Silva, mas até o fim desta matéria não tivemos nenhum retorno.

Relacionado Posts