Em Manaus, idoso de 70 anos é preso ao tentar vender mansão avaliada em R$10 Milhões

Um idoso de 70 anos, identificado como Celso de Melo Bandeira, foi preso suspeito de falsificar documentos para vender a casa de um empresário avaliada em mais de R$ 10 milhões.
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter

Manaus – Um idoso de 70 anos, identificado como Celso de Melo Bandeira, foi preso suspeito de falsificar documentos para vender a casa de um empresário avaliada em mais de R$ 10 milhões.

O homem descobriu o golpe após perceber que não havia recebido o documento do IPTU do imóvel. Ao procurar o órgão responsável, ele foi informado sobre uma procuração em seu nome que teria sido apresentada para transferir a matrícula do IPTU para Celso. No documento falso, consta que a casa teria sido adquirida por R$ 300 mil.

A vítima procurou a Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD) e durante as investigações, a polícia descobriu que Celso teria falsificado o documento que teria sido inclusive apresentado em cartório. Várias falhas foram encontradas na procuração usada.

A intenção seria revender a casa para receber uma comissão. Segundo o delegado Aldeney Goes, essa não era a primeira vez que Bandeira teria tentado revender o imóvel e também um terreno que fica ao lado. Celso foi preso e vai responder por estelionato.

Até uma ação cível teria sido movida por meio de procuração com a assinatura de uma mulher foi encontrada durante a apuração. Ela foi chamada a delegacia e comprovou que não tinha assinado documento algum e nem sabia da existência do mesmo, era mais uma vítima de Celso e seus supostos comparsas.

As investigações irão prosseguir para descobrir a identidade os demais envolvidos no caso. Enquanto isso, o idoso vai responder pelo crime de estelionato.

Fonte: Portal do Holanda

Relacionado Posts