Presidente da Funarte é exonerado e coronel do Exército assume pasta

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter

O presidente da Fundação Nacional de Artes (Funarte), Luciano da Silva Barbosa Querido, foi exonerado do cargo nesta segunda-feira (14/9). Em seu lugar, o governo federal nomeou o coronel do Exército Lamartine Barbosa Holanda. Luciano já foi assessor do vereador do Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro (Republicanos), filho do presidente Jair Bolsonaro, na Câmara dos Vereadores.

A nomeação de Querido ocorreu em julho, mas já estava na posição de forma interina desde maio deste ano, antes do secretário da Cultura, Mário Frias, assumir a pasta, em junho. O coronel Holanda tem atuação na área do audiovisual do Exército. Dentre diversas produções, ele já foi diretor e roteirista de vídeo institucional da Indústria de Material Bélico do Brasil.

Relacionado Posts