Cinco quelônios e 50 ovos de tracajá são apreendidos em fiscalização a barco

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter

Neste sábado (05/09), os agentes ambientais e os policiais civis e militares que atuam na Base Arpão, da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), localizaram cinco quelônios, 50 ovos de tracajá e cerca de 10 quilos de pirarucu durante fiscalização a uma embarcação em Coari (a 363 quilômetros de Manaus). Ninguém foi preso.

A Lei de Crimes Ambientais (9.605/98) proíbe matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a permissão, licença ou autorização da autoridade competente. A multa é de R$ 5 mil por unidade apreendida, segundo o IBAMA. As espécies protegidas por lei foram localizadas dentro da embarcação Comandante Natal. Os animais apreendidos foram devolvidos ao seu habitat natural.

Criada pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), a base Arpão atua de forma integrada com efetivos das Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Federal, Força Nacional, Secretaria de Operações Integradas (SEOPI), do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), além de médicos, dentistas e enfermeiros.

A ação ocorre em conjunto com a Operação “Hórus”, um dos eixos do Programa Nacional de Segurança de Fronteiras e Divisas (Vigia), do Ministério da Justiça. Além de denúncias ao 181, o disque-denúncia da SSP, é possível repassar informações às equipes da base através do WhatsApp (092) 98435-6203.

Relacionado Posts