Flordelis exonera de seu gabinete dois de seus filhos acusados pela morte do pastor

Carlos Ubiraci Francisco da Silva e André Luiz de Oliveira tinham salários de R$ 15,6 mil e, R$ 14,6 mil, respectivamente
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter

Brasil – Dois dos filhos afetivos da deputada federal Flordelis dos Santos, presos na última segunda-feira acusados da morte do pastor Anderson do Carmo, foram exonerados de seu gabinete.

Carlos Ubiraci Francisco da Silva e André Luiz de Oliveira eram secretários parlamentares desde o início do mandato da parlamentar, em fevereiro de 2019, com salários de R$ 15,6 mil e, R$ 14,6 mil, respectivamente, além de quase R$ 1 mil de auxílio.

Flordelis também exonerou esta semana outro filho afetivo que trabalhava no gabinete, Paulo Victor Izidoro Vieira, que ganhava pouco menos de R$ 2 mil.

Flordelis manteve trabalhando em seu gabinete o filho afetivo Gerson Conceição de Oliveira, que recebe R$ 15,6 mil como assessor parlamentar. Gerson é também pastor e permanece pregando na sede do Ministério Flordelis no Mutondo, em São Gonçalo.

Relacionado Posts