Flordelis envia áudio a seus fiéis: “Vamos vencer essa batalha na oração”

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter

Do Metrópoles

A deputada federal Flordelis dos Santos (PSD-RJ) indiciada na última segunda-feira (24/8) pela morte do marido, o pastor Anderson do Carmo, enviou um áudio, nessa terça-feira (25/8), para frequentadores de sua igreja em Piratininga, Niterói. No registro obtido pelo jornal Extra, a parlamentar pede que nenhum fiel “dê respostas nas redes sociais” e diz que a “batalha” será vencida na oração.

O áudio foi enviado para um grupo de fiéis que frequenta o culto do pastor Carlos, filho adotivo do casal que foi preso na segunda-feira (24/8) acusado de envolvimento no assassinato de Anderson.

Carlos era responsável pela filial do Ministério Flordelis em Piratininga. No áudio, a parlamentar também relata que a igreja vai “unir forças e clamar”.

“Nada é permanente. Tudo vai passar. Já já tudo vai ser esclarecido. Vocês vão acompanhar aí todos os esclarecimentos”, diz Flordeliz ao chamar os fiéis para o culto.

“Pastor Carlos não tem nada a ver com nada, tá bom? É mais uma covardia, é mais um teatro desse povo. Mas nós vamos vencer essa batalha na oração. Ninguém dê resposta nas redes sociais. Não vamos brigar. Essa briga não é nossa. Essa briga é de Deus”, acrescenta a deputada.

Ouça:

O caso

A viúva, deputada federal Flordelis (PSD-RJ), é uma das 11 pessoas denunciadas à Justiça e considerada a mandante do crime. Porém, não há mandado de prisão contra ela, que tem imunidade parlamentar. O MP requereu à Justiça seu afastamento do cargo público, entre outras medidas cautelares, como o comparecimento mensal ao juízo.

A vítima foi assassinada dentro da própria casa, no bairro Badu, em Niterói, no dia 16 de junho do ano passado. Na ocasião, a deputada Flordelis relatou, em depoimento e à imprensa, que o pastor teria sido morto durante um assalto.

Relacionado Posts