Vídeo. Homem humilha garçonete em Manaus: “Acostumado com manauara lixo”

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter

Um homem identificado como Célio do Nascimento Nonato, se recusou a pagar a conta e, ao ser cobrado, agrediu verbalmente a garçonete e os proprietários de um bar e restaurante localizado na praça de alimentação do Parque das Laranjeiras, zona Centro-Sul de Manaus. A agressão aconteceu no último final de semana, na noite de sexta-feira (14/8), por volta das 22h,

A garçonete Ranna Marinho vítima da agressão verbal, contou para equipe do Manaus Alerta que o homem chegou com uma moça no local, ambos aparentemente alcoolizados. A moça foi embora e o rapaz permaneceu consumindo no bar, mas, em um determinado momento, ele encostou o braço e a cabeça na mesa, quando ele se mexeu acabou fazendo com que a torre de chopp que ele estava consumindo caísse no chão e quebrasse. Ele continuou na mesma posição enquanto a garçonete limpava os vidros quebrados no chão.

No vídeo, é possível ver o rapaz xingando a garçonete. Ele também acusa o proprietário de ter pego o dinheiro que estava no bolso dele.

”Você sabe quem eu sou? Eu sou executivo. Essa p*** aqui pra mim é lixo. Você recebe R$50 por dia. Seu lixo!”

De acordo com a vítima, antes das 00h o bar precisava ser fechado de acordo com o decreto governamental e, ao pedirem para que Célio pagasse a conta e as taças que quebrou, ele negou que tivesse causado o acidente e começou a se exaltar com o proprietário do estabelecimento dizendo que não pagaria o consumo e as taças.

Quando a polícia foi acionada, o rapaz saiu andando em direção ao carro que havia solicitado, mas o proprietário continuou o seguindo pedindo para que ele pagasse a conta. Quando o motorista do carro percebeu o que estava acontecendo, ele foi embora deixando o rapaz no local. A partir desse momento, o homem começou a agredir verbalmente todos que estavam em sua volta, inclusive a garçonete.

”Já estávamos esperando a policia chegar, mas ele foi querer apontar o dedo no rosto do meu patrão enquanto gritava diversos palavrões. Meu chefe é um senhor de idade, foi quando eu pedi para que ele parasse e ele veio para cima de mim fazendo a mesma coisa” afirmou Ranna.

Durante a briga, enquanto Célio chamava diversos palavrões e humilhava a garçonete, ele chegou a afirmar ser do Rio de Janeiro e disse que estava acostumado a lidar  com ‘manaura lixo’.

Relacionado Posts