Guilherme Torres será o titular da Delegacia Especializada em Combate à Corrupção

O delegado Guilherme Torres será o primeiro a assumir a missão de comandar a Delegacia Especializada em Combate à Corrupção (DECCOR), recém-criada no Estado do Amazonas
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter

Amazonas – Atual titular do 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), o delegado Guilherme Torres será o primeiro a assumir a missão de comandar a Delegacia Especializada em Combate à Corrupção (DECCOR), recém-criada no Estado do Amazonas. A nomeação para o cargo foi publicada no Diário Oficial do Amazonas da última sexta-feira, com a portaria assinada pela delegada-geral de Polícia Civil, Emília Ferraz.

A nova DECCOR será subordinada à estrutura do Departamento de Polícia Metropolitano (DPM), tendo como papel a prevenção, repressão e promoção ao combate contra a corrupção e desvio de recursos públicos, praticados contra o patrimônio da Administração Pública Estadual e Municipal.

Delegacia de Combate

“Esta delegacia decorre de um pacto anticorrupção. A corrupção mata e rouba o futuro de gerações. Teremos um longo caminho pela frente e não tenho dúvida disso. Mas creio que Deus tem levantado uma geração para posicionar o Brasil como a grande Nação que é.

A delegada-geral me fez o convite para assumir o comando dessa importante delegacia e aceitei de pronto. Me sinto muito honrado em fazer parte desse momento histórico, não só para a Polícia Civil, mas para todo o Estado do Amazonas”, afirmou o novo titular.

Atual titular do 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), o delegado Guilherme Torres será o primeiro a assumir a missão de comandar a Delegacia Especializada em Combate à Corrupção (DECCOR), recém-criada no Estado do Amazonas.

A nomeação para o cargo foi publicada no Diário Oficial do Amazonas da última sexta-feira, com a portaria assinada pela delegada-geral de Polícia Civil, Emília Ferraz.

A nova DECCOR será subordinada à estrutura do Departamento de Polícia Metropolitano (DPM), tendo como papel a prevenção, repressão e promoção ao combate contra a corrupção e desvio de recursos públicos, praticados contra o patrimônio da Administração Pública Estadual e Municipal.

Relacionado Posts