Pré-candidato, Alberto Neto nega rumores de que desistirá da eleição e dispara: ‘Não serei vice de ninguém’

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter

Oscilando entre a terceira e quarta posições em recentes pesquisas eleitorais de intenção de voto, o pré-candidato a prefeito de Manaus, o deputado federal capitão Alberto Neto (Republicanos), nega rumores de bastidores, de que seu partido estaria negociando alianças com outros pré-candidatos, a exemplo de Amazonino Mendes (Podemos), e que poderia até retirar seu nome da disputa majoritária.

Alberto Neto disse que nada mudou em relação à sua pré-candidatura e que não existe qualquer conversa com partidos que não estejam alinhados com o Republicanos.

“Nada mudou, não existe a mínima possibilidade, está mantido minha pré-candidatura”, disse o deputado federal, se referindo a rumores de que desistiria de disputar o pleito. Ele acrescentou ainda que não ‘será vice de ninguém’. “Nem (José) Ricardo, nem David (Almeida) nem Amazonino”, afirmou.

Em 2017, durante a campanha da eleição suplementar, o então pré-candidato a governador pelo Republicanos, o deputado federal Silas Câmara, recuou de sua candidatura no dia da convenção para apoiar o então candidato, Amazonino Mendes, que venceu o pleito posteriormente.

Aliança com a direita

Como um partido mais alinhado à direita, o pré-candidato revelou que tem mantido conversas com siglas de ideologias semelhantes, como o PSL, o DC, o PRTB e o Patriotas.

“Estamos conversamos com uns que são candidatos e outros que deixarão de ser. Quero criar uma ampla aliança com o meu nome e com a direita. Estamos dialogando, mas, ainda não tem definição a respeito de apoios”, disse o deputado. 

Ele revelou, ainda, que entre essas conversas, têm mantido diálogo com os também pré-candidatos a prefeito, o deputado estadual Josué Neto, pelo PRTB, e o ex-superintendente da Suframa, coronel Alfredo Menezes, pelo Patriotas.

A reportagem procurou o presidente estadual do Republicanos, Silas Câmara, para repercutir esses fatos, mas ele não respondeu às mensagens enviadas via aplicativo de conversa e nem atendeu as ligações telefônicas.

Por Portal O Poder

Relacionado Posts